quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

nem sempre se termina, pra poder recomeçar !!!


Eu sei que te chamei com a minha própria mão, mas você não me trouxe solução, e ainda levou minhas pernas de apoiar ...
Eu não tinha no que me agarrar, persisti em coisas inúteis para tentar me motivar, e no frigir dos ovos tudo não passava de enrolação ...
Pensei em admirar a solidão, produzir arte para buscar alguma união, mas nem mesmo a transcendência conseguiu me consolar ...
Admiti que não bastava improvisar, na vida não há algo mais imbecil do que se submeter a diferenciar, o que importa no final é quem realmente eles vão valorizar, e quando eu escuto o barulho no portão, nunca é você que está a me chamar ...
Envolvendo-me com histórias que não são minhas, criando expectativas que pra sempre estarão sozinhas, só pra ver se conseguia alguma coisa variar, escolher dentro da rotina amarga um instante salgado que pudesse me deliciar, pois a pressão agüenta, já que não existe nenhum momento doce, para um olhar sincero trocar...
Um horário pra cumprir, um compromisso pra adiar, um telefone pra atender, um recado pra anotar, uma explicação demorada que te toma um certo tempo, um pedido de ajuda que desperta algum sentimento, vai bastando coisas simples, enquanto não existe nenhum fermento, vamos entardecendo as glórias, e se conformando com nenhum crescimento, alguém que disse que acreditar em sonhos valia a pena, alguém que mentiu, quando citou que havia algo em desenvolvimento ...
Uma noite escura, mais óbvia do que uma tarde cinzenta, uma manhã ensolarada, não menos chata, do que um discurso que não se agüenta, eu não encontro um período certo, eu não encontro um sujeito composto, nenhum objeto parece ser simples, nenhum verbo parece estar disposto...
Ninguém declarou que a decisão era certa, ninguém aclamou que a situação ficaria inversa, melhor se entregar na dúvida do nada, do que a certeza, que nada te aguarda, empurrando os dias com a barriga, quando nenhuma lasca do mundo, você carrega nas costas, já não existe responsabilidade, uma singularidade, você sumiu na diversidade, empatou o placar com vantagem de exclusividade, interrompeu o silêncio sem precisar usar qualquer tom de voz, quebrou o gelo, sem martelo de calor, sem qualquer companhia, para estar a sós ...
A conclusão de tudo, é mais besta do que a atitude em si, o que é bom pode ficar melhor, o que é ruim, pode sempre ficar pior, se existe uma oportunidade mesmo monótona e incerta, não espero algo maior, enxergar um sentido nas coisas nunca tem hora pra acontecer, dar um sentido pra qualquer coisa, só espera a sua hora de fazer... agora com quase tudo paralisado, tenho bem menos que acontecer, alguma coisa por dizer, e uma existência toda pra continuar ...
Quem acha que é preciso coragem pra conseguir se matar, dê com os burros n’água idiota, coragem é preciso mesmo, para qualquer coisa na vida superar, eu resolvi lamentar na angústia mais egoísta possível, e agora nesse canto, tentarei alguma coisa amar ...
Baboseiras pra quem ousa ler, apenas palavras sinceras, de quem tentou se suicidar ...

8 comentários:

Nova Quahog disse...

O MUNDO TA ACABANDOO

Anônimo disse...

Acho que não tem motivos para chegar a uma decisão assim radical, todo sofrimento tem seu fim, crer em Deus e a creditar em sí.

BLOGdoRUBINHO
www.blogdorubinho.com.br
www.twitter.com/rubenscorreia

Henry Barros disse...

nossa, é o fim do mundo? xP

Jay e Alê disse...

Mano,
Parar na hora certa é tambem recomeçar. Depois de ler tudo só tenho isso a te dizer. Vc fez a escolha certa. Sabe disso. Coragem é tudo e coragem não é coisa dos fracos, é pra gente forte como vc. Até pra desistir de se matar é preciso ter coragem. Coragem rapaz!
Bju no coração
Jay

Max Psycho disse...

Cara me identifiquei com seu texto e muito, meus parabens brow

Danilo Castro disse...

Obrigado pelas palavras lá no meu blog...

Voltarei aqui com mais calma para comentar...

Abraço!

Paulo Malacaia disse...

Puts!!! Até arrepiei..carakas!

Anônimo disse...

...uma vez li um livro que... ao final o protagonista em um desespero incrível pelo irremediável perda da amada para outro homem, não aguentou a dor e resolveu se matar... esses corações, acredito eu que sempre são favoráveis a substituições, corações que conhecem o valor de amar e doar-se, estará pronto para amar-se e amar outos novamante, ...em uma outra situação vi um protagonista aceitar a morte, tendo a opção da vida, deixou-se morrer, e justificou que o mundo era tão injusto e nojento, que preferia não estar aqui, ...depois, descobrimos que ele era um anjo, só assim se justifica um suicídio... ainda assim talvez não. Já que o mesmo pode-se dizer que é o maior de todos os atos Egoista. ...não se justifica!!! [nem covardia, nem coragem] só Egoismo.